PLANO RUIM É MELHOR QUE NENHUM PLANO

A única vantagem de não ter plano algum, é o ato de se esconder durante o projeto. Nem mesmo situações emergenciais devem estar sem plano algum. Se o seu plano for bom… excelente!

Sem plano algum a análise fica sentimental, tendenciosa e incoerente, e aí vem a tona as expressões de vitimização e desvio de objetivo, do tipo:

  • Pois é, como eu ia saber?
  • Não deu tempo.
  • Tem que ver melhor.

Se você tem um plano ruim, você olha para ele e diz:

  • Aqui deu errado vamos analisar e corrigir.
  • Aqui não definimos corretamente as estimativas, para a próxima etapa vamos colocar mais pessoas e rever prazos.
  • Não temos que ver melhor, e sim, rever o plano para não repetir o erro.

Para saber se você tem um plano bom ou ruim não basta colocar uma lista de atividades em um aplicativo ou software.

ISSO NÃO É UM PLANO.

Plano é o que você constrói para integrar, envolver, aprender e prevenir. A partir daí você constrói uma lista de atividades e coloca em um aplicativo.
Lembrando sempre quem o tamanho do plano não pode ser maior que o esforço da execução do projeto.

Bem, técnicas ferramentas e práticas de planejamento existem no mínimo 5:

  • PMBOK
  • PRINCE2
  • SCRUM
  • ZOOP
  • IPMA

Se você não usa nenhuma delas, ou outras não citadas aqui, sejam tradicionais ou ágeis, você NÃO tem um plano, tem no máximo um jeito de ir levando o projeto. Eu poderia lhe desejar boa sorte…

Mas a sorte depende também de um plano que lhe preparou para recebe-la.

Então… apenas faça um plano, pois um plano ruim é melhor que plano nenhum!

Publicado em: 30/03/20