A Mudança está aí!

Na verdade, a mudança sempre esteve, a questão é se você vai buscá-la ou foge dela. Só não se esqueça que a dor da transição da mudança é totalmente sua, então defina se vai tratar a dor com maior ou menor intensidade.

Outra questão para refletir é se a mudança é nova para o contexto ou apenas para você, analise se você não está atrasado por optar em fugir da mudança.

Em Gerenciamento de Projetos isso nunca foi tão latente a necessidade de aceitar e se adaptar a mudança, pois a grande mudança está na proposta da utilização de princípios para gerenciar os projetos, que são uma proposição lógica fundamental sobre a qual se apoia o raciocínio.

Um dos princípios que se repete em métodos que tem o enfoque, ágil, preditivo ou híbrido é o princípio responsabilidade.

Ele guia o comportamento e forma de raciocínio do gerente de projetos e sua equipe. Descreve uma verdade, norma ou valor que orienta como os envolvidos no projeto devem operar para agregar valor e garantir a entrega.

Este é o pensamento estruturado para o comportamento do gerente de projetos em seu dia-a- dia para agregar valor.

Mas se ter responsabilidade é algo que você entende como uma mudança que incomoda, e, portanto, você luta contra, lembre-se que não existe a possibilidade da mudar para o “novo normal” de gerenciamento de projetos sem isso.

Sem responsabilidade não estruturamos times, não fazemos entregas de valor, não nos adaptamos e nem mesmo gerenciamos as mudanças.

Isso vale para o velho, atual e certamente para o novo normal!
Aproveite o momento, aceite a mudança e se transforme com ela. Só depende de você.

E lembre-se da expressão:

-Doa a quem doer.

Na verdade, a sua mudança só dói para você mesmo.

Publicado em: 11/09/20